Terceirização no transporte de cargas: na imagem, caminhões estacionados alinhados

Terceirização no transporte de cargas: devo ou não optar?

A terceirização no transporte de cargas significa se envolver com alguém externo, como um prestador de serviços logísticos especializado. Assim, essa prática traz muitos benefícios, mas também há riscos reais.

Desde pequenas até grandes organizações, é importante ter um serviço logístico confiável, renomado e que ajude a alcançar seus objetivos de negócios. Dessa forma, o principal objetivo de optar pela terceirização é fornecer excelentes serviços e permitir que a sua empresa se concentre em outros aspectos internos.

Neste artigo mostraremos os benefícios e desvantagens da terceirização no transporte de cargas e na frota própria. Continue a leitura e aproveite!

Benefícios da terceirização do transporte de cargas

Veja os benefícios do uso de serviços terceirizados de armazenagem e transporte para o seu negócio:

1 – Redução de custos

A terceirização no transporte de cargas proporciona redução de custos, pois uma embarcadora não precisa arcar com gastos de infraestrutura, processos, motoristas, veículos e manutenção.

2 – Acesso à tecnologia e comunicações

A tecnologia no campo da logística está se tornando mais sofisticada, imprescindível e acessível. Dessa forma, as transportadoras investem fortemente em soluções de rastreamento, roteirização e sistemas antirroubo, entre outros.

3 – Flexibilidade de recursos

A terceirização no transporte de cargas pode facilitar a vida do embarcador, especialmente se o seu provedor de serviços for ágil. Além disso, deve conseguir acomodar tanto suas necessidades de transporte regularmente programadas quanto as sob demanda.

Desvantagens da terceirização do transporte

Conheça as desvantagens da terceirização no transporte de cargas:

1 – Perda de visibilidade e controle

A terceirização no transporte de cargas pode reduzir o controle gerencial sobre a forma como o prestador de serviços opera. Essa possibilidade pode ser atenuada trabalhando em estreita colaboração com o fornecedor em medições de sucesso acordadas e acompanhamento de resultados, via plataformas online, por exemplo. 

2 – Gestão de riscos

Os riscos podem ser financeiros, operacionais ou de reputação. A falha financeira do fornecedor e a interferência do ambiente externo, são riscos reais. Desse modo, as principais medidas de desempenho e as ferramentas de relatórios financeiros podem trazer visibilidade imediata.

O que é uma frota própria?

Uma frota própria é formada por veículos e motoristas custeados pela empresa. Entretanto, devido à complexidade de administrar uma frota interna, muitas empresas se desviam das competências principais de seus negócios, a fim de manter a distribuição e a entrega de seus produtos internamente. 

Exploramos alguns benefícios de manter essa prática interna:

As vantagens de uma frota privada

Como qualquer coisa no mundo dos negócios, a escolha de uma frota dedicada muitas vezes depende do tamanho, natureza e finalidade do negócio em questão. Vamos conferir os principais benefícios:

1 – Capacidade garantida em todos os momentos

Com o processo interno, fica mais fácil enxergar a possibilidade de atender demandas inesperadas, já que o controle é feito dentro do próprio negócio. 

2 – Impacto mais direto no atendimento ao cliente

Frotas privadas geralmente recrutam e treinam seus próprios motoristas. Isso permite que as transportadoras privadas integrem mais facilmente esses colaboradores à empresa, desde padrões de atendimento ao cliente até práticas e expectativas de segurança.

3 – A Capacidade de projetar uma frota personalizada

Nem todas as frotas terceirizadas podem garantir que a disponibilidade de veículos e motoristas, irão escalar junto com o crescimento da empresa a qual servem, nos primeiros passos.

As desvantagens de operar uma frota privada

Embora a gestão de uma frota privada venha com sua parcela de benefícios potenciais, há desvantagens significativas que motivam muitas empresas a procurar ajuda externa.

1 – Custo Mais Alto

A implantação de uma frota privada requer todo um aparato logístico, responsável pelo agendamento, roteamento e implementação de tecnologia. Combinando isso com o custo do seguro, manutenção, recrutamento de motoristas e salários de motorista, você terá uma conta bem alta.

2 – Logística e Tecnologia

A tecnologia logística de qualidade é cara e requer tempo e treinamento para implementá-la. Os operadores de frotas privadas precisam garantir os métodos e tecnologias certas para manter seus usuários finais felizes.

3 – Recrutamento De Motoristas

As frotas privadas precisam desenvolver todo um apoio de recursos humanos em torno da atração e retenção de motoristas, para serem competitivos no mercado.

Agora que você entendeu as diferenças entre a frota própria e a terceirização no transporte de cargas, e ainda, como a última pode ser a chave para uma boa operação, você poderá avaliar as necessidades, valores e planos de crescimento da sua empresa.

Dessa maneira, terceirizar o gerenciamento de transporte pode economizar tempo, dinheiro e recursos. Uma boa dica, é investir em plataformas digitais de contratação de fretes, como a goFlux. 

Gostou? Quer saber mais? Acompanhe nossos conteúdos no Instagram, Facebook e LinkedIn!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top